Notícias

Central de Notícias e Artigos

Extraordinariamente ligado ao dono e uma companhia alegre e esperta!

17/05/2021 08:54:23

Descendente do cão dos pântanos (Canis familiaris palustris), que viveu há cerca de 6.000 anos e cujos os restos fossilizados foram encontrados, o Spitz já era conhecido na Alemanha por volta do ano 1700, mas foi criado em toda a Europa, de modo geral. Constante e metodicamente aprimorado por gerações de criadores especializados, o tipo conservou toda beleza original.

Bonitos, resolutos e peludos, os Poms são inteligentes e leais às suas famílias. No entanto, não deixe sua fofura enganá-lo. Estes cães têm mentes independentes e corajosas. Eles estão atentos e curiosos sobre o mundo em torno deles. Infelizmente, em suas mentes, eles são muito maiores do que realmente são, o que às vezes pode levá-los a perseguir e atacar até mesmo os cães muito maiores. Felizmente, se forem devidamente socializados com outros cães e animais, eles geralmente se dão muito bem com eles. Apesar de seu pequeno tamanho, o Lulu da Pomerânia tem um latido alto e é excelente cão de guarda.

São treinados como cães de assistência auditiva. Eles também são excelentes cães de terapia e trazem alegria e conforto aos doentes e idosos em hospitais e asilos. Se você gostaria de um companheiro tamanho pequeno com personalidade de sobra, o Lulu da Pomerânia pode ser a escolha para você.

São excelentes animais de estimação para os idosos e aqueles que estão ocupados, porque não é uma raça excessivamente dependente. Eles também são bons para moradores de apartamento ou casas que não têm um quintal.

Geralmente são bons em aprender truques, mas você deve ser consistente e firme quando treiná-los . Se você não estabelecer-se como lider superior em sua casa, o seu Pom será mais do que feliz em assumir e pode mesmo tornar-se mandão.

Vivo e inteligente, a Lulu da Pomerânia de pelo abundante e aerado, é extremamente apreciado pelos amantes de cães suntuosos. Cão de luxo no passado, tornou-se contudo muito popular.

 

É um guardião eficaz, ousado e que pode por vezes se mostrar audacioso. Ele late muito, porque está sempre alerta e precisa se expressar. O Spirtz, ou Lulu da Pomerânia, desconfia de estranhos e é bastante briguento com outros cães. Seu adestramento é fácil, pois ele é atento e receptivo a ordens.

Esse cão é extraordinariamente ligado ao dono e uma companhia alegre e esperta, de fácil convivência e muito afetuoso não é medroso nem agressivo.

O Lulu é o menor membro da família de cães Spitz, que inclui o Samoyed , Malamute do Alaska, e Norwegian Elkhound , entre outros.

O Spitz tem cabeça de raposa, larga atrás e que se afina progressivamente até a ponta do nariz. A trufa é pequena e redonda. Os olhos, um tanto oblíquos, são de cor escura. As orelhas, pequenas, triangulares e implantadas no alto, são mantidas sempre eretas. O peito é profundo, o dorso curto, e o vento de um tanto é guido. A cauda, é implantada no alto e felpuda, é erguida desde a base e enrolada sobre os quadris.

Essa morfologia, características dos Spitz, evolui em função do formato. Assim, à medida que o tamanho diminuiu, observa-se que aumenta o aspecto compacto do corpo e também que a cabeça se torna relativamente maior e o crânio mais bombeado, além de a ossatura ficar mais leve. Encontramos todos esses traços repetidos no Spitz Anão.

 

Fonte :

Cinobras